Rodrigo Silva

Era Maio de 2013.  Rodrigo acabava de completar 15 anos. Após alguns meses de exames e espera, vem o diagnóstico: Linfoma de Hodiking.. Um tipo de câncer que ataca o sistema linfático do nosso corpo. Proporcionalmente à sua idade, foram detectados 15 tumores. Todos concentrados na axila esquerda. Após o diagnóstico, meio sem rumo, pais e filho se sentaram no banquinho ao lado de fora do Hospital do Câncer e choraram.

– Mãe, pai, será que vou morrer??? Era essa pergunta que ele fazia aos pais, tamanho era o seu medo.

Mal sabia ele, o tamanho do medo dos pais. Mas como a palavra de Deus nos ensina em Salmos 125: “Os que confiam no Senhor são como montes de Sião que não se abalam, mas permanecem para sempre”, depositaram seus medos, inseguranças, lágrimas nas mãos Daquele que nunca nos abandona. E como filhos de Santa Rita que são, pediram à ela para ser sua intercessora.

Como foi lindo ver uma comunidade unida em oração pela cura do Rodrigo. Famílias unidas em oração para fortalecer essa família. Famílias de Santa Rita, família de sangue… famílias do trabalho.

E hoje aqui estão: Rodrigo e sua família, para celebrar e testemunhar esse grande milagre que receberam, pois, após cinco anos de acompanhamento médico, o Rodrigo está de alta. Para essa família, Santa Rita não é só a padroeira da nossa comunidade, ela a padroeira da sua casa.

E claro, não podemos nos esquecer da nossa mãe Maria. Ela que também os acompanhou e passou à frente de cada quimioterapia, de cada radioterapia, de cada fio de cabelo que caiu do corpo do Rodrigo. Louvado seja Deus.

Santa Rita de Cássia, obrigada por ser nossa intercessora, por levar nossos pedidos a Deus, por ser a padroeira de nossa paróquia e de nossas casas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *