Missa celebra consagração total à Virgem Maria na Solenidade da Anunciação

Na última segunda-feira (25/03), na Igreja Matriz da Paróquia Santa Rita de Cássia aconteceu a Santa Missa Solene da Anunciação do Senhor às 19h30 com a Consagração Total a Santíssima Virgem Maria. A festa fez memória ao anúncio do Arcanjo Gabriel à Virgem Maria acerca da Encarnação do Filho de Deus. O tema central desta grande festa é o Verbo Divino que assume nossa natureza humana sujeitando-se ao tempo e espaço.

Na ocasião desta solenidade quase 100 pessoas fizeram sua consagração total à Santíssima Virgem Maria. Durante várias semanas os consagrados estiveram em retiro e estudos intensos acerca da obra do “Tratado da verdadeira devoção à Virgem Santíssima”, que tem por autor São Luís Maria Grignion de Montfort. A celebração foi organizada pelo apostolado “Consagra-te” que tem por missão a propagação da devoção mariana e da consagração.

“A vocação de todo cristão é a Santidade, pois foi para isso que fomos criados por Deus. A Consagração a Jesus Cristo pelas mãos de Nossa Senhora, através do método de São Luís Maria Grignon de Monfort, é uma escola de Santidade, nos ensina como alcançar esse Caminho de Perfeição. O Tratado da Verdadeira Devoção nos mostra o itinerário de uma santa devoção a Virgem Maria e nos ensina a fazer tudo por Maria, em Maria, com Maria e para Maria, com uma única finalidade: dar maior glória a Deus”, afirmou Priscila Rodrigues, membro do Consagra-te Londrina.

Mas porque fazer a Consagração total a Jesus pela Virgem Maria? A importância desta Consagração consiste em ela fazer com que os consagrados possam recorrer de forma mais filial e constantemente a Virgem Maria em uma habitual dependência dela para chegar a uma união mais íntima com Nosso Senhor e, por ele, com a Santíssima Trindade presentes em nós.

Pe. Edivan Pedro dos Santos presidiu a celebração eucarística, e em sua homilia destacou: “A Mãe Santíssima diante do seu Filho roga por nós sem cessar. Assunta aos céus, por sua múltipla intercessão, continua a alcançar-nos os dons da salvação eterna. Por isso ela recebe o título de advogada, protetora e medianeira. A missão de Maria jamais obscurece ou diminui a mediação única de Cristo, pelo contrário a reforça-a. Aquele que se consagra a Ela consegue mais plenamente alcançar esses dons”.

Na celebração também aconteceu à bênção das cadeias, crucifixos e véus dos consagrados e a leitura da “Carta de Consagração de si mesmo a Jesus Cristo, a sabedoria encarnada, pelas mãos de Maria”. Os consagrados são também chamados de “escravos de Nossa Senhora”, assim são denominados por que “pela escravidão, um homem depende inteiramente de outro por toda a sua vida e deve servir seu senhor sem pretender nenhum pagamento ou recompensa, como um dos animais sobre os quais ele tem direito de vida e de morte” diz São Luís Maria. Assim, também o consagrado se torna totalmente dependente de Deus e de sua vontade pela sua própria liberdade. Por que um servo por deixar de ser a qualquer momento, mas um escravo se consagra sem reservas e por toda a vida.

A celebração se findou com assinatura de todas as cartas pelo pároco Pe. Edivan Pedro dos Santos e da colocação das candeias nos consagrados pelos padrinhos e madrinhas de consagração, que se tornam responsáveis de acompanhar os consagrados na vivência da consagração.

Confira mais fotos clicando AQUI!

Seminarista Caio Matheus Caldeira da Silva
PASCOM – Paróquia Santa Rita de Cássia

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *