Programação Semana Santa 2019

Confira e entenda toda a programação da Semana Santa deste ano de 2019. Ajude-nos a divulgar nossa programação em suas mídias sociais: Facebook, Instagram, WhatsApp entre outras.

DOMINGO DE RAMOS (14/04)

O Domingo de Ramos dá início à Semana Santa e lembra a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, aclamado pelos judeus. A Igreja recorda os louvores da multidão cobrindo os caminhos para a passagem de Jesus,com ramos e matos proclamando: “Hosana ao Filho de Davi. Bendito o que vem em nome do Senhor”. (Lc 19, 38; Mt 21, 9). Com esse gesto, portando ramos durante a procissão, os cristãos de hoje manifestam sua fé em Jesus como Rei e Senhor.

PROGRAMAÇÃO:

Bênção e Procissão dos Ramos
8h – Concentração em frente a Creche Jorge Dib Abussafi (Jd. Nova Conquista)
9h – Santa Missa na Igreja Matriz
19h – Santa Missa na Igreja Matriz com Bênção dos Ramos

SEGUNDA-FEIRA SANTA (15/04)

Nesta Celebração Eucarística o pároco, Pe. Edivan Pedro dos Santos fará um pequeno momento catequético acerca do Tríduo Pascal, que será celebrado de Quinta-feira Santa até o Sábado Santo. Será um tempo propício para entender a maior festa da nossa fé cristã católica.

PROGRAMAÇÃO:

19h30 – Santa Missa com palestra sobre o Tríduo Pascal (Igreja Matriz)

TERÇA-FEIRA SANTA (16/04)

A Santa Missa do Crisma (ou como ficou conhecida “Missa dos Santos Óleos”), é uma missa realizada tradicionalmente na Quinta-feira Santa no período matutino, mas em nossa Arquidiocese de Londrina, por motivos pastorais, ela é transferida todos os anos para as terças-feiras santas e consiste em dois pontos fundamentais:

  1. Bênção dos Santos Óleos, que são os óleos do Crisma, dos Enfermos e dos Catecúmenos (Batismo);
  2. Renovação das Promessas Sacerdotais dos sacerdotes diante do Arcebispo Metropolitano.

PROGRAMAÇÃO:

19h30 – Santa Missa do Crisma (Renovação das Promessas Sacerdotais e Bênção dos Santos Óleos) – Ginásio de Esportes Moringão

QUARTA-FEIRA SANTA (17/04)

Durante todo o período quaresmal em nossa paróquia tivemos exposta uma caixa, na qual foram depositadas as intenções quaresmais. Nesta Quarta-feira, Santa teremos uma missa votiva exclusivamente pelas intenções que foram depositadas em nossa arca. E depois, como sinal de penitência teremos uma celebração eucarística num morro próximo a Capela Santo Antônio do Patrimônio Selva aberta para todos com a condução pelo grupo de jovens Ruah.

PROGRAMAÇÃO:

19h30 – Santa Missa pelas intenções quaresmais (Igreja Matriz)
21h30 – Saída em frente da Igreja Matriz para a Missa no Morro

SOLENE TRÍDUO PASCAL
18 a 20 de abril

QUINTA-FEIRA SANTA (18/04)

Com a Missa da Ceia do Senhor, celebrada na noite de quinta-feira, a Igreja dá início ao chamado Tríduo Pascal e faz memória da Última Ceia. Nesta missa faz-se, portanto, a memória da instituição da Eucaristia e do Sacerdócio. Durante a missa ocorre o rito do Lava-Pés que lembra o gesto de Jesus quando lavou os pés dos seus apóstolos. Fala-se do Novo Mandamento e da caridade ensinada e recomendada por Jesus Cristo. No final da Missa, faz-se a chamada Procissão do Translado do Santíssimo Sacramento ao altar-mor da igreja para uma capela, onde se tem o costume de fazer a adoração do Santíssimo durante algum tempo.

PROGRAMAÇÃO:

20h – Santa Missa da Ceia do Senhor e Instituição da Eucaristia e do Sacerdócio, após a celebração Vigília Eucarística até a meia noite (em todas as comunidades).

SEXTA-FEIRA SANTA (19/04)

Celebra-se a paixão e morte de Jesus Cristo. O silêncio, o jejum e a oração devem marcar este dia que, ao contrário do que muitos pensam, não deve ser vivido em clima de luto, mas de profundo respeito diante da morte do Senhor que, morrendo, foi vitorioso e trouxe a salvação para todos, ressurgindo para a vida eterna. Às 15 horas, horário em que Jesus foi morto, é celebrada a principal cerimônia do dia: a Paixão do Senhor. Ela consta de três partes: liturgia da Palavra, adoração da cruz e comunhão eucarística. Depois deste momento não há mais comunhão eucarística até que seja realizada a celebração da Páscoa, no Sábado Santo. Neste dia a Igreja não celebra Santas Missas e nem sacramentos, exceto o da Reconciliação (Confissão).

PROGRAMAÇÃO:

Em todas as comunidades:
6h às 15h
– Vigília Eucarística
8h – Oração do Ofício da Paixão
14h30 – Oração do Santo Terço da Misericórdia
15h – Celebração da Paixão do Senhor e Adoração da Cruz

Igreja Matriz:
9h às 12h
– Confissões
9h – Via Sacra encenada com a Catequese
18h30 – Procissão com o Senhor morto e Via Sacra Luminosa nas ruas (trazer velas)
20h – Apresentação do Teatro da Paixão na Praça

SÁBADO SANTO (20/04)

Inicia-se na noite do Sábado Santo em memória da noite santa da ressurreição gloriosa de Nosso Senhor Jesus Cristo. É a chamada “a mãe de todas as santas vigílias”, porque a Igreja mantém-se de vigília à espera da vitória do Senhor sobre a morte. Cinco elementos compõem a liturgia da Vigília Pascal: a bênção do fogo novo e do círio pascal; a proclamação da Páscoa, que é um canto de júbilo anunciando a Ressurreição do Senhor; a liturgia da Palavra, que é uma série de leituras sobre a história da Salvação; a renovação das promessas do Batismo e, por fim, a liturgia eucarística.

PROGRAMAÇÃO:

Capela Sagrada Família:
5h
– Oração do Ofício das Trevas
Igreja Matriz:
18h
– Oração das Vésperas Solene (Liturgia das Horas)
Em todas as comunidades:
20h
– Santa Missa Solene da Vigília Pascal (Bênção do Fogo Novo e do Círio Pascal)

DOMINGO DE PÁSCOA (21/04)

A palavra “páscoa” vem do hebreu “Peseach” e significa “passagem”. Era vivamente comemorada pelos judeus do Antigo Testamento. A Páscoa que eles comemoram é a passagem do mar Vermelho, que ocorreu muitos anos antes de Cristo, quando Moisés conduziu o povo hebreu para fora do Egito, onde era escravo. Chegando às margens do Mar Vermelho, os judeus, perseguidos pelos exércitos do faraó teriam de atravessá-lo às pressas. Guiado por Deus, Moisés levantou seu bastão e as ondas se abriram, formando duas paredes de água, que ladeavam um corredor enxuto, por onde o povo passou. Jesus também festejava a Páscoa. Foi o que Ele fez ao cear com seus discípulos. Condenado à morte na cruz e sepultado, ressuscitou três dias após, num domingo, logo depois da Páscoa judaica. A ressurreição de Jesus Cristo é o ponto central e mais importante da fé cristã. Através da sua ressurreição, Jesus prova que a morte não é o fim e que Ele é verdadeiramente o Filho de Deus. O temor dos discípulos em razão da morte de Jesus, na Sexta-feira, transforma-se em esperança e júbilo. É a partir deste momento que eles adquirem força para continuar anunciando a mensagem do Senhor.

PROGRAMAÇÃO:

8h – Carreata com a Imagem do Ressuscitado passando pelas Capelas (Sagrada Família e Santo Antônio) saindo da Igreja Matriz
9h – Santa Missa da Páscoa do Senhor – Capela São Judas
(caso chova, não haverá carreata e a Missa será na Matriz)
19h – Santa Missa da Páscoa do Senhor – Igreja Matriz

FESTA DA MISERICÓRDIA (28/04)

A Festa da Misericórdia ocupa um lugar privilegiado entre todas as formas de devoção à Divina Misericórdia reveladas à Santa Faustina. Já na primeira ocasião em que Jesus lhe falou sobre a Divina Misericórdia, em 22 de fevereiro de 1931, Ele pediu à Santa Faustina: “Eu desejo que haja a Festa da Misericórdia. Quero que essa Imagem, que pintarás com o pincel, seja abençoada solenemente no primeiro domingo depois da Páscoa, e esse domingo deve ser a Festa da Misericórdia. Desejo que os sacerdotes anunciem esta Minha grande misericórdia para com as almas pecadoras (Diário de Santa Faustina, 49-50). São João Paulo II tornou-se não somente um propagador do culto à Misericórdia Divina, mas também, através de sua vida, deu ao mundo testemunho do Amor misericordioso de Deus. Foi São João Paulo II, também, quem canonizou Santa Faustina em 30 de abril de 2000, no 1º domingo após a Páscoa, ou seja, no domingo da Festa da Misericórdia. Na mesma ocasião, ele declarou que a partir daquele ano a Festa da Misericórdia seria incluída no calendário litúrgico.

PROGRAMAÇÃO:

15h – Oração do Santo Terço da Misericórdia, seguido de louvor, pregações e orações
19h – Santa Missa com a presença da Relíquia de Santa Faustina e bênção dos quadros de Jesus Misericordioso

Seminarista Caio Matheus Caldeira da Silva
PASCOM – Paróquia Santa Rita de Cássia / Londrina-PR

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *