Por que rezar pelos mortos?

Compartilhe

O próximo mês de novembro é tradicionalmente lembrado na Igreja como o mês de oração pelas almas no purgatório. Leia e entenda o porque que os católicos rezam pelas almas dos entes falecidos e qual a importância do dia dos fiéis defuntos para a vida da Igreja.

Ofereça uma Rosa à Santa Rita de Cássia e peça a graça necessária clicando AQUI!

Muitas pessoas têm medo das realidades que envolvem a morte. Por vezes criou-se uma imagem da morte como daquela caveira com a foice que vem tirar a vida das pessoas como algo ruim. Entretanto, para o bom cristão a morte é um motivo de grande alegria. São Paulo já expressava isso em suas cartas “Pois para mim o viver é Cristo e morrer é lucro” (Fl 1,21). Santa Terezinha do Menino Jesus em seus manuscritos autobibliográficos falava “que não morria, mas que entrava na vida” demonstrando que alegria do cristão se encontra na vida eterna, nesta que vida que vem após a morte.

Conheça os milagres de Santa Rita de Cássia clicando AQUI!

A Doutrina da Igreja Católica nos diz que o Corpo Místico da Igreja é composto por três partes ou realidades: a Igreja Militante, a Igreja Padecente e a Igreja Triunfante. Estas três partes se complementam e mutuamente estão em comunhão. Forma-se aqui uma corrente de oração que sustenta a fé da Igreja Católica na comunhão dos santos, não compreendendo somente aqueles que foram canonizados e que são conhecidos.

Conheça a história da Devoção à Santa Rita de Cássia clicando AQUI!

A Igreja Militante compreende todos nós que vivemos na terra, militando em direção a Jerusalém Celeste (Céu) em busca de uma vida de santidade. A Igreja padecente é composta por aqueles que já faleceram e se encontram em um estágio de purificação, o que a doutrina chama de purgatório, que é o lugar onde são redimidas às penas dos pecados cometidos. A Igreja triunfante compreende todos àqueles que já morreram que estão na glória de Deus e que já gozam as alegrias celestes na eternidade. Ou seja, as pessoas que tiveram uma vida virtuosa.

Acenda uma vela fazendo seu pedido à Santa Rita de Cássia clicando AQUI!

É diante da realidade das três partes da Igreja que se estabelece a necessidade da oração pelos mortos. A Igreja Triunfante está em constante intercessão pela Igreja Militante (nós) e esta deve estar em constante oração pela Igreja Padecente, a fim de que haja a purificação que as almas esperam no purgatório. É neste sentido que se encontra a importância de nós rezarmos pelas pessoas que já faleceram, uma vez que não sabemos ao certo onde essa pessoa se encontra, se já na glória celeste ou na espera por purificação. É por isso que podemos rezar pelos mortos em qualquer lugar ou situação. As orações aos mortos são a libertação do tempo de purgatório, onde todos nós poderemos ser destinados um dia.

Conheça a Relíquia de Santa Rita que se encontra em nossa paróquia clicando AQUI!

A Igreja chama de Purgatório essa purificação e, para falar que será como um fogo purificador, apoia-se na frase de São Paulo: “A obra de cada um aparecerá. O dia (do julgamento) demonstra-lo-á. Será descoberto pelo fogo; o fogo provará o que vale o trabalho de cada um” (1Cor 3, 13). Por isso, os fiéis na terra podem ajudar as almas do purgatório pelas orações, esmolas e especialmente pelo sacrifício da Missa, para que possam ir para o céu em breve.

Confira os testemunhos das graças alcançadas pela intercessão de Santa Rita de Cássia clicando AQUI!

A fundamentação bíblica católica para a oração pelos mortos e das missas de sétimo se encontra em 2Mc 12,39-45: “Judas ajuntou, numa coleta individual, cerca de duas mil dracmas de prata, que enviou a Jerusalém para que se oferecesse um sacrifício propiciatório. Com ação tão bela e nobre ele tinha em consideração a ressurreição, porque, se não cresse na ressurreição dos mortos, teria sido coisa supérflua e vã orar pelos defuntos. Além disso, considerava a magnífica recompensa que está reservada àqueles que adormecem com sentimentos de piedade. Santo e pio pensamento! Por isso, mandou oferecer o sacrifício expiatório, para que os mortos fossem absolvidos do pecado”

Céu, Inferno e Purgatório. A doutrina católica os chama de novíssimos.

Este deveria ser um costume diário, o de rezar pelos mortos. Tal purificação depende muito de nossas orações como Igreja Militante. Não ficando somente nas missas de sétimo dia, um mês ou um ano. Temos que oferecer nosso sacrifício todos os dias pelos que já foram, especialmente pelos nossos familiares antepassados. Muitas almas clamam no purgatório por libertação. É neste sentido que dia dos fiéis defuntos é importante para os cristãos.

Sobre a oração pelos defuntos, também São Francisco de Sales dizia: “Vós que chorais inconsoláveis a perda de vossos entes queridos, eu não vos proíbo de chorar, não. Mas, procurai adoçar vossas lágrimas com o suave bálsamo da oração, que pode concorrer para as aliviar”.

Missa Mensal para os fiéis falecidos

É seguindo a doutrina da Igreja que a nossa paróquia neste mês das almas de novembro começa uma nova evangelização pelas almas que estão no purgatório. Toda a 2ª Segunda-feira da cada mês às 19h30 em nossa paróquia será dedicada pelas almas que padecem os sofrimentos do purgatório.

Para esta celebração você pode deixar o nome do seu ente falecido entrando em contato com a nossa paróquia presencialmente ou pelos nossos meios de comunicação (mass media). Você também pode trazer para esse momento de oração velas, flores e fotos das pessoas falecidas pelas quais você quer oferecer essa santa missa.

Venha participar conosco! Rezemos por todas as almas que estão no purgatório para que alcancem a libertação das suas penas! Louvado seja Deus por todos os séculos dos séculos! Amém!

Por que acender velas? Clique AQUI!

Conheça nossas campanhas! Faça parte também do nosso sonho de nos tornarmos Santuário!

Campanha Financeira “Rumo a Santuário”

Campanha “Rumo a Santuário”

Rota dos Santuários de Londrina

Faça sua DOAÇÃO ONLINE clicando AQUI!

Seminarista Caio Matheus Caldeira da Silva
PASCOM – Paróquia Santa Rita de Cássia – Londrina (PR)

 

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *