Testemunho de Talita Estigarribia

Compartilhe

Meu nome é Talita Estigarribia e venho dar um testemunho…

No dia 20 de maio de 2019, cheguei em minha casa por volta das 19horas com meus dois filhos dentro do carro, Raphael que estava com 2 anos e Cecília com 4 meses. Abri o portão da garagem, subi a rampa que tem em minha casa e parei meu carro, esqueci de puxar o freio de mão por conta de uma cabeça tumultuada e cheia de preocupações. Naquele dia eu havia ido ao oncologista devido a um cisto no pâncreas… Desci o Raphael do carro e ele correu para brincar na rampa perto do portão, a Cecília estava dormindo na cadeirinha, então a deixei no carro enquanto descia as coisas e abria a casa. Entrei, acendi luz, fui até a cozinha e fui buscar a Cecília no carro, só que nesse momento acho que o anjo da guarda soprou em meu ouvido para pegar meu filho Raphael  primeiro… Fui até ele perto do portão da garagem, quando eu abaixei e segurei na cintura dele para pegá-lo no colo, só senti uma pancada muito forte em minhas costas e cabeça. Meu carro desceu e atropelou nós dois, tive um apagão e quando abri meus olhos eu só clamava por Deus pelos meus filhos. Eu e meu filho fomos jogados para o lado de fora do portão, meu filho estava com a cabeça sangrando, chorando e gritando bastante. Eu tentei levantar para segurar ele com medo dele ser atropelado já que eu moro em uma avenida e era um horário movimentado, porém não tinha forças e não sentia minhas pernas. Nesse momento, um primo ia passando do outro lado da avenida, viu toda cena, parou o carro e correu para nos ajudar. Ele e a namorada pegaram meu filho, meu avô que mora ao lado da minha casa, pegou minha filha Cecília que estava dentro do carro na cadeirinha e que por Deus só acordou quando foi retirada do carro. Eu estava estirada no chão, sem sentir as pernas, com muitas dores na cabeça, escoriações no corpo, aguardando a ambulância. Uma vizinha colocou a mão sobre mim e começou a clamar a misericórdia de Deus na minha vida e do meu filho Raphael que sangrava bastante.

 >>> Conheça a Devoção a Santa Rita de Cássia <<<

<<< Saiba mais Sobre a Vida de Santa Rita >>>

Meu filho foi levado ao Hospital Evangélico e eu fui encaminhada ao Hospital do Coração. Naquele momento de dor e aflição cheguei ao hospital clamando a Deus que cuidasse do meu filho, que não importava se eu iria voltar a andar ou não, mas que meus filhos ficassem bem.

Uma prima foi ao hospital, levou uma relíquia que ela tinha de São Padre Pio e colocou sobre mim e começou a rezar. Passei horas e horas naquela prancha imobilizada até ser atendida e conseguir fazer exames, as dores eram muito fortes e sei que só suportei tudo aquilo porque Deus esteve comigo todo o tempo.

Tive notícias do meu filho, ele estava passando por exames, ressonância do crânio, etc. Mas aparentemente ele havia apenas tido danos externos, a orelha esquerda rasgou quase que por completo, ficou pendurada, na cabeça houve alguns cortes, mas ele estava consciente e já mais calmo junto com o pai e a avó de consideração.

Foi constatado que em minha bacia havia duas fraturas, por isso eu não sentia as minhas pernas e não conseguia me mexer, o médico explicou que no local da fratura não era possível fazer cirurgia, que apenas tratamento conservador.

>>> Acenda uma Vela  a Santa Rita <<<

<<< Ofereça uma rosa de Santa Rita >>>

No dia 22 de maio, dia de Santa Rita, pedi a graça de voltar a andar e também do meu filho não ter sequelas, rezei o terço, a oração de Santa Rita e clamei com muita fé por sua intercessão junto a Jesus… Passei 5 dias no hospital, durante esses dias eu só rezava, acompanhava as missas pela televisão, em uma delas ouvi o Padre Roger dizer que uma pessoa acamada por um acidente voltaria a andar logo, tomei posse daquelas palavras e agradecia a Deus pelo livramento de morte que Ele deu a mim e a meus filhos.

O Raphael passou por cirurgia no dia 21 para a reconstrução da orelha e teve alta no mesmo dia.

O médico no dia da minha alta falou que eu levaria mais de 6 meses para voltar a andar; dirigir ele disse que provavelmente levaria muito mais tempo.

Saí do hospital na cadeira de rodas, não conseguia nem ficar em pé para tomar banho, fiquei totalmente dependente de outras pessoas. Por indicação, a Dagmar que faz parte do grupo da paróquia, veio me ajudar nesse período, era ela que me levava ao banheiro, me dava banho, vestia minha roupa, mais um anjo enviado por Deus para me ajudar. Também tive o apoio da minha mãe que veio da Bahia para ajudar com as crianças, pude perceber o amor de Deus em cada detalhe, em cada pessoa, muitas pessoas rezando por nós, até mesmo pessoas que nem nos conheciam.

Tomei posse de todas as palavras de bênçãos que foram ditas para mim, tive fé, acreditei que voltaria a andar logo, pois precisava cuidar dos meus filhos e da minha casa.

Comecei a fazer fisioterapia em casa e com apenas 20 dias após o acidente eu estava andando, e logo já voltei a dirigir.

Agradeço a intercessão de Santa Rita de Cássia, de Nossa Senhora Aparecida, São Padre Pio, São Miguel e São Rafael.

Agradeço ao Grupo de Oração Exército do Senhor, ao Grupo de Oração Conselheiro Admirável que também estiveram em oração por mim e meus filhos, ao Padre Edivan e toda paróquia que me acolheu sempre com muito amor.

 <<< Faça seu pedido de Oração a Santa Rita>>>

<<< Saiba mais sobre A Reliquia de Santa Rita >>>

Agradeço a minha comadre Adalgisa e minha Tia Enir por terem cuidado dos meus filhos enquanto estive no hospital e por terem rezado tanto por mim.

Que Deus abençoe grandemente cada um que rezou, que intercedeu por mim e por meus filhos!!!

Viva Santa Rita de Cássia!

Viva nosso Senhor Jesus Cristo!

<<< Confira também o testemunho da Talita no nosso Canal do YouTube >>>

Envie seu testemunho de graça alcançada para ser publicado em nosso site ou mídia digital. Saiba como clicando AQUI

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *