Agosto Mês Vocacional – 2020

Compartilhe

Tema: “Amados e chamados por Deus” (cf. ChV 112).
Lema: “És precioso aos meus olhos. Eu te amo” (Is 43,4).

Assumido em âmbito nacional, em 1981, por dioceses e regionais da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), o mês vocacional, celebrado em agosto, tem o intuíto de ser um tempo especial de reflexão e oração pelas vocações e ministérios.
A Igreja no Brasil escolheu para o Mês Vocacional desse ano o tema “Amados e chamados por Deus” e o Lema “És precioso aos meus olhos. Eu te amo” (Is 43,1-5). A inspiração veio da Exortação Apostólica Pós-Sinodal Christus Vivit, do Papa Francisco. Foi resultado do Sínodo dos Jovens e nesta Exortação o Papa destaca que três verdades precisam ser anunciadas: “Deus nos ama, a verdade nos salva, Cristo vive”.
Neste ano de 2020, foi escolhido rezar a primeira verdade é que Deus nos ama. A primeira verdade é que Deus nos ama e que nunca deveremos duvidar disso, apesar de que possa nos acontecer na vida momentos difíceis. Em qualquer circunstância somos amados infinitamente, então o mês vocacional quer de algum modo enfatizar esta vocação: fomos chamados a amar, porque fomos antes de tudo amados e chamados por Deus. É esse o sentido do tema e do lema. No próximo ano vai ser destacado “A verdade nos salva” e, em 2022, a terceira verdade: “Ele Vive”.

No cartaz, nós encontramos o tema e o lema,  como símbolo temos o coração em vermelho, que é o sinal do amor, lembra o amor de Deus no qual nós somos escolhidos e chamados. Nesse coração nós temos no centro uma chaga e dessa chaga nasce um rio. A chaga é sinal da entrega e o rio nos faz lembrar o batismo, que é a origem de todas as vocações. Acima do coração apresenta-se uma semente, semente vocacional da trindade, pois a vocação é de fato uma semente que Deus planta no coração de cada pessoa e ela precisa germinar, crescer e florescer.


Do outro lado nós temos o símbolo da rede que, de fato, nos faz lembrar da animação vocacional. Somos chamados a sermos pescadores e nesta rede estão os peixes que representam toda a humanidade. No cartaz estão presentes duas mãos em referência àquele que chama e aquele que ama. As mãos que mostram todo o serviço, todo o trabalho, todo o comprometimento dos animadores vocacionais e claro, inspirado no grande animador vocacional: Jesus Cristo.
O cartaz é bastante significativo, simbólico e catequético para que a gente possa entender que, a proposta do mês vocacional é para que todos se unam para esse grande mutirão de oração. Nele também temos todos os organismos que fazem parte dessa grande obra.
Solicitamos às equipes de Liturgia e ao ministério da música que preparem com carinho as temáticas, voltando suas atenções para o grupo específico da semana de tal forma que todas as vocações sejam contempladas:
a) Primeira semana ( de 02 a 08 de agosto), lembramos a vocação dos ministérios ordenados, representado pelos diáconos, padres e bispos.
b) Segunda semana (de 09 a 15), a vocação do pai, da mãe e dos filhos (a família).
c) terceira semana (de 16 a 22), a vocação das pessoas de vida consagrada (aqueles que fazem os votos de Castidade, Pobreza e Obediência).
d) Quarta semana (de 23 a 29), a vocação dos cristãos leigos, leigas e seus diversos serviços na comunidade (ministérios não ordenados).
e) No último domingo,(dia 30), celebramos o Dia dos Catequistas, homenageando e valorizando esta vocação tão importante nas comunidades.
Todos nós, na família, nos diversos grupos, pastorais, movimentos, comunidades…. somos convidados a rezar pelas vocações. Tenhamos presente as intenções da semana, de um modo especial, nas lives que fazemos, na celebração da Eucaristia.
Jesus nos faz um apelo para rezar para que surjam muitas vocações a serviço do Reino: “A messe é grande, mas os trabalhadores são poucos; rogai, portanto, ao Senhor da messe que mande trabalhadores à sua messe” ( Mt 9,37-38).
Vamos fazer uma corrente de oração rezando para que surjam muitas vocações para os diversos ministérios. Deus nos chama e nos envia, a vocação, portanto, nunca é finalizada na pessoa, mas é sempre em vista de uma missão (evangelizar) e para uma finalidade concreta.

 

ORAÇÃO PELAS VOCAÇÕES

Senhor da Messe e Pastor do Rebanho,
faze ressoar em nossos ouvidos teu forte e suave convite:
“Vem e segue-me”.
Derrama sobre nós o teu Espírito,
que ele nos dê sabedoria para ver o caminho
e generosidade para seguir tua voz.
Senhor, que a Messe não se perca por falta de Operários.
Desperta nossas comunidades para a Missão.
Ensina nossa vida a ser serviço.
Fortalece os que querem dedicar-se ao Reino,
na vida consagrada e religiosa.
Senhor, que o Rebanho não pereça por falta de Pastores.
Sustenta a fidelidade de nossos bispos, padres e diáconos.
Dá perseverança a nossos seminaristas.
Desperta o coração de nossos jovens para o ministério pastoral em tua Igreja.
Senhor da Messe e Pastor do Rebanho, chama-nos para o serviço de teu povo.
Maria, Mãe da Igreja, modelo dos servidores do Evangelho,
ajuda-nos a responder SIM.
Amém.

 

Texto: Ir Salette Besen

Fonte: CNBB – https://www.cnbb.org.br/dom-jose-albuquerque-fala-sobre-a-tematica-e-vivencia-do-mes-vocacional-2020/

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *