Relíquia

Relíquias presentes em nossa paróquia

Nossa Paróquia conta com a presença de duas relíquias autênticas de Santa Francisca Romana e Santa Rita de Cássia que são fragmentos de seus ossos (relíquias de 1º grau). No dia 30 de setembro de 2016, em Missa Solene presidida por Dom Orlando Brandes foi introduzida a Relíquia de Santa Francisca Romana no Altar que foi dedicado. Um ano depois de dedicação do templo e do altar (30/09/2017) a Paróquia recebeu a relíquia de Santa Rita de Cássia em missa solene de dedicação do altar e do templo. Atualmente a relíquia de Santa Rita se encontra dentro do relicário no nicho de Santa Rita ao lado direito da nave da Igreja Matriz.

Entenda o que são as relíquias clicando AQUI!

História da relíquia de Santa Rita de Cássia que está em nossa paróquia

Relato da leiga  Srª Cleonice Aparecida Silva Formaio:

Cleonice e a Relíquia de Santa Rita de Cássia

Quando comecei a frequentar esta Paróquia, conheci a história da padroeira e gostei, li várias publicações sobre sua vida. Por alguns anos participei apenas das missas, com o tempo fui me envolvendo com algumas atividades até que, quando me aposentei, o Padre Jaime que estava na paróquia na época convidou-me a fazer Teologia para Leigos, com isso fui me envolvendo na vida litúrgica da paróquia e conhecendo mais sobre Santa Rita de Cássia. Tomei conhecimento de várias graças recebidas através de sua intercessão e da grande quantidade de seus devotos, com isso fui tornando mais forte minha devoção a ela. Junto com outros devotos comecei a cultivar o sonho de ver sua igreja torna-se santuário. Depois de quase três anos que o Pe. Rodrigo estava aqui consegui sua autorização para começar a novena em louvor a Santa Rita na gruta todas as quartas-feiras às 15 horas.

Conheça a história da Devoção à Santa Rita de Cássia clicando AQUI!

Com uma batalha ganha comecei outra: a dedicação da igreja e a consagração do altar, mas só com o Pe. Paulo é que foi possível. Se informando sobre a dedicação fiquei sabendo que seria de grande prestígio para a paróquia se tivesse uma relíquia da padroeira. Aí começou a procura de como conseguir uma relíquia. Falei com vários padres e pessoas que pudessem me orientar, mas nada, na internet entrei em contato com várias paróquias que tinham relíquia, mas nenhuma resposta. Então começamos a trabalhar em função da dedicação da igreja, fizemos retiro para nos inteirar do real significado da dedicação e como passar para a comunidade, graças a Deus pudemos contar com a ajuda e a dedicação do Pe. Joel Medeiros que nos orientou e capacitou para essa missão. Chegou à dedicação da igreja e nenhuma perspectiva de conseguir a relíquia.

Pe. Paulo conseguiu uma relíquia de Santa Francisca Romana, que está colocada sob o altar. Voltei a pesquisar na internet e a enviar vários e-mails, eis que surge uma orientação: deveria mandar uma carta com o pedido do nosso Arcebispo para o Bispo de Cássia. Mais uma vez pude constatar que nada para Santa Rita é fácil, ou se estamos sendo constantemente testados em nossa perseverança: ficamos sem bispo (sede vacante). Dom Orlando foi transferido, precisava esperar até que outro bispo fosse nomeado. E com isso o tempo passou, mas agora com uma luz brilhando, não no fim do túnel, mas no início de um sonho coletivo.

Conheça a história de Santa Rita de Cássia, nossa Padroeira clicando AQUI!

O novo ano começa (2017) estava muito feliz, pois um dos meus sonhos agora teria data para acontecer: conhecer a Terra Santa, Roma e principalmente Cássia. Dom Manoel João Francisco assume como bispo administrador apostólico, fiz o pedido, mas, como disse, nada é fácil para Santa Rita, só consegui a carta no mês de agosto, duas semanas antes da viagem. Havia a pretensão de enviar a carta antes, para que quando chegasse, já tivesse uma resposta. Achei que não daria mais tempo de enviar, então resolvi que entregaria em mãos.

Carta de apresentação de Cleonice

Quando recebi a carta assinada por Dom Manoel, achei que estava faltando algo, pois me apresentava como paroquiana e pedia a relíquia. Pensei que deveriam saber um pouco da paróquia, de sua história, de como começou, da força e fé dos paroquianos que iniciaram com celebrações embaixo de um abacateiro. Então pedi ao padre Paulo que escrevesse uma carta contando um pouco da história da nossa paróquia. Com as cartas em mãos, faltava à tradução, por sorte, na época tínhamos a irmã Sandra Maria Pascalato em nossa comunidade e foi ela quem fez as traduções das duas cartas para o italiano.

Chegou o dia da viagem, com as cartas na bagagem viajei. Fomos para Terra Santa. Assim que chegamos a Roma pedi que nosso guia, Miguel Antônio Bahia, que ligasse para o número que tinha levado daqui, mas o número estava incorreto. Depois que nos informaram o correto e com quem deveríamos falar, Miguel ligou e falou sobre o que se tratava e foi marcado um horário para falarmos com a Abadessa no dia que estaríamos em Cássia. No dia e horário marcado estávamos lá, eu, Miguel e o Pe. Wanderley R. dos Santos, que foi nosso guia espiritual durante a viagem.

A abadessa nos recebeu, entreguei as cartas e o Miguel foi traduzindo nossa conversa.  Por duas vezes ela saiu, voltou fez algumas perguntas que o Miguel respondia, na terceira vez ela me entregou um envelope e pediu que fosse mandado uma carta de recebimento, nos desejou boa viagem e saiu. Abri o envelope e vi que continha um pequeno relicário com a relíquia e o atestado de autenticidade. Nada do que eu falar, ou escrever pode descrever a emoção que senti naquele momento, pois, todos aqueles: “você não vai conseguir”, “é muito difícil” foi por terra, senti as mãos de Santa Rita e as orações de toda a comunidade, que com certeza me acompanhou, pois durante toda a minha procura por aquela relíquia sempre mantive a fé que ela nos ajudaria a elevar a igreja de Cristo, onde Ela é madrinha.

Confira os testemunhos das graças alcançadas pela intercessão de Santa Rita de Cássia clicando AQUI!

Assim que retornei ao Brasil, no dia 13/09/2017, entreguei-a para o Padre Paulo e ficou sob sua responsabilidade até o dia da entronização realizada na missa de um ano da Dedicação da igreja, dia 30 de setembro de 2017. E assim, hoje nossa paróquia conta com a grande graça de ter a Relíquia de Santa Rita de Cássia em nosso templo dedicado a ela.

Um milagre acontece com a presença da relíquia em nossa paróquia

Um fato extraordinário aconteceu uma semana após a chegada da relíquia na Paróquia. Há mais de oito anos temos uma gruta com a imagem de Santa Rita, onde são realizados alguns momentos de orações e todas as quartas-feiras, às 15h, fazemos uma novena dedicada a Ela. Nunca houve qualquer problema com nenhum tipo de inseto, visto que na gruta há flores e um caramanchão, por causa dessas flores às vezes apareciam algumas abelhas, mas nada que pudesse causar problema. Mas como já citei, uma semana após a chegada da relíquia, um enxame apareceu na gruta, colocando em risco a permanência de pessoas no local. Foi necessário chamar um apicultor para retirá-las. O apicultor relatou que pela quantidade de mel e pelo tamanho da colmeia fazia anos que essas abelhas estavam ali. Porém, o fato era o contrário, a pouco tempo aquelas abelhas tinham produzido aquela grande colmeia.

Conheça o milagres de Santa Rita de Cássia clicando AQUI!

Havia um pequeno buraco na parede de pedra atrás da imagem de Santa Rita dentro da gruta onde elas fizeram a colmeia. Eu e muitos paroquianos não temos duvidas: foi um sinal de Santa Rita para nossa comunidade. Continuamos a celebrar todos os dias 22 de cada mês, missa em seu louvor, agora a imagem e a relíquia são colocados ao lado do altar durante a celebração. Agora mais uma vez pedimos sua intercessão, pois estamos “Rumo a Santuário Santa Rita de Cássia”  em Londrina – PR, mais uma oportunidade declarar as bênçãos da Santa das Causas impossíveis!!

Santa Rita de Cássia, rogai por nós!

Conheça nossas campanhas! Faça parte também do nosso sonho de nos tornarmos Santuário!

Campanha Financeira “Rumo a Santuário”

Dia da Partilha do Amor

Campanha “Rumo a Santuário”

 

Faça o seu pedido à Santa Rita de Cássia: